As melhores brincadeiras com bebes até os 12 meses

As melhores brincadeiras com bebes até os 12 meses

Não há nada mais belo do que receber o primeiro filho no lar, os pais geralmente ficam completamente apaixonados e doidos para tornar a vida da criança a mais perfeita possível, desde a decoração do quarto até todos os brinquedos e mimos que os pais costumam oferecer para seus pequerruchos.

Mas, uma criança não vive apenas de decoração e de brinquedos, os papais e mamães querem brincar com seus filhos, compartilhar cada segundo e ainda participar do crescimento de uma maneira saudável e demonstrando que estão sempre por perto. E para isso, nada melhor que os pais participarem de tudo, inclusive das brincadeiras.

E este é o ponto deste artigo. Não é preciso dizer que as crianças, ainda mais nos primeiros meses, são extremamente sensíveis e, os pais, cuidadosos por natureza, se tornam ainda mais cuidadosos por não saberem exatamente quais brincadeiras fazerem com seus filhos de pouquíssimos meses.

Neste artigo, nós da Eureka trazemos algumas brincadeiras que podem ser feitas com seus bebês nos primeiros doze meses de vida. Veja abaixo.


Primeiro mês:

  • Cantar é uma das brincadeiras que eles adoram;
  • Conversar com a criança também pode alegrar, ainda mais com caretas expressivas;
  • Coloque uma música suave e dance com ele em seu colo;
  • Quando o bebê estiver deitado ou no colo, movimentar a mão ou objetos pode garantir a alegria e ainda, a estimulação ocular;
  • Experimente colocar objetos coloridos, mas numa distância de 20-30cm, essa é o limite que enxergam nessa idade;
  • Balançar chocalhos ajudam associar sons ao movimento;
  • Carregar o bebê de frente também é ótimo para firmar a cabecinha.

Segundo mês:

  • Brincar com brinquedos coloridos ou objetos enquanto conversa com o bebê;
  • Conversar e cantar muito com a criança;
  • Pendurar brinquedos sobre o berço em diversas alturas para que ele se esforce em alcança-los;
  • Deitar a criança de bruços e colocar brinquedos ao redor para estimular a noção de alteridade;
  • Dançar com o bebê no colo.

Terceiro mês:

  • Colocar brinquedos ao alcance para que ele tente pegá-los;
  • Manter o bebê de bruços para que ele possa brincar, claro, com os pais sempre por perto;
  • Dar para a criança diversos objetos com texturas diferentes para que ele se familiarize com diversos tipos: toalha, borracha, espuma, madeira, metal.
  • Tocar e movimentar determinada parte do corpo do bebê para ele reconhecer.

Quarto mês:

  • Colocar o bebê em superfícies firmes e colocar objetos que desperte o interesse para que ele se aproxime;
  • Balançar o bebê para frente e para trás delicadamente, isso ensina a criança a manter sustentação do corpo;
  • Colocar a criança de bruços e brincar de olho a 0lho com ele, enquanto faz algum som enraçado;
  • Sentá-lo no cercadinho e deixa-lo com uma série de brinquedos para que ele escolha seu preferido;
  • Brincar de esconde-esconde, seja com o próprio rosto ou com qualquer outro objeto para ver se a criança procura;
  • Livros de tecido são ótimos para garantir a diversão;
  • Brinquedos que podem ser levados à boca são ótimos;
  • Converse muito com a criança e observe para ver se ele interage ou sorri;
  • Brincar com os dedinhos da criança pode deixa-lo bem feliz, seja como a música dos dedinhos ou qualquer outra;

Quinto mês:

  • Deixar cubos e caixas coloridos para a criança poder manejar;
  • Coloque o bebê sentado e cercado de almofadas;
  • Cante para seu filho;
  • Converse bastante com a criança e narre o que está fazendo com ele, como por exemplo: trocando as fraldas, quando está na cozinha;
  • Na hora do banho, coloque brinquedos para que ele possa se divertir;
  • Coloque o bebê diante do espelho para que ele conheça o seu próprio reflexo;
  • Repita os sons que a criança faz, essa é uma forma de estimular a comunicação;

Sexto mês:

  • Brincadeira “vou te pegar” pode garantir grandes gargalhadas; é muito simples, basta dizer: vou te pegar e pegar as mãozinhas, pezinhos e etc;
  • Coloque a criança com um leve apoio;
  • De um brinquedo de cada vez para a criança para que ela troque o brinquedo de uma mão para outra;
  • Pegue o brinquedo favorito, esconda-o ou deixe longe para estimular a busca;
  • Coloque a criança diante do espelho e brinque de aparecer e desaparecer;
  • Segure o bebê pelas axilas com cuidado e brinque de pula-pula;
  • Com a criança no colo, faça diversas brincadeiras e movimentos e preste atenção nos movimentos faciais da criança;
  • Leia histórias curtas ou mostre as figuras do livrinho.

Sétimo mês:

  • Brinque fazendo caretas para o bebê imitar;
  • Quando a criança estiver brincando com algum brinquedo, peça para dar a alguém;
  • Estimule a criança a bater palmas, por exemplo, cante alguma música batendo palmas e depois diga, agora o bebê e depois outra pessoa;
  • Ensine a criança a acenar;
  • Dar dois brinquedos para que possa ensinar a bater um no outro;

Oitavo mês:

  • Dê para o bebê brinquedos que fazem barulhos como guizos, chocalhos;
  • Deite o bebê e ajude-o a levantar-se sozinho;
  • Coloque brinquedos próximos ao bebê para que ele tente pegá-los;
  • Brinque de fazer sons com a boca ou estalos com a língua;
  • Deixe uma caixa cheia de brinquedos para que ele se diverta;

Nono mês:

  • Dê brinquedos com botões ou furos para que ele possa cutucar;
  • Deixe o bebê no chão para que ele engatinhe ou se arraste;
  • Ajude o bebê a colocar tampas em potes;
  • Brinque de bola, jogando de um para outro.

Décimo mês:

  • Estender a mão pedindo algo para o bebê para que ele se movimente e lhe entregue;
  • Mantenha a casa segura para que ele possa engatinhar à vontade;
  • Pergunte por pessoas e objetos para que ele aponte;
  • Ensine movimentos como: vem, mandar beijos, dar tchau.

Décimo primeiro mês:

  • Quando estiver trocando a criança, explique os movimentos e peça para que ele te ajude;
  • Coloque a criança próxima de sofá, camas para que ele se apoie e comece a andar, mas não deixe-o sozinho;
  • Dê um carrinho grande para que ele possa empurrar;
  • Dar caixas ou potes para que ele possa empilhar;
  • Brinque de bola com ele;
  • Durante as refeições dê um talher para que ele possa aprender a manusear.

Décimo segundo mês:

  • De um pote grande com vários brinquedos dentro para que ele tente abrir e brincar;
  • Dar jornal, revistas e papéis para que ele possa manusear;
  • Ajude o bebê a caminhar segurando as mãos;
  • Dar brinquedos com cordas para que ele os pegue com o movimento de pinça;
  • Estimule o bebê a arrancar os sapatos;
  • Conte histórias curtas onde ele possa reconhecer animais e objetos.

E agora que você conhece muitas brincadeiras para alegrar e ajudar o desenvolvimento de seu filho, nada melhor do que começar hoje mesmo. Lembrando que, é sempre necessário estar de olhos abertos e acompanha-lo em cada brincadeira.

Deixe seu comentário

Open chat
Olá, quer conversar?