Comece o dia com o pé direito… e confortável!

bobina9010Seja de férias ou trabalhando, na escola ou no serviço, correndo ou caminhando, são nossos pés que nos aguentam, o dia inteiro. Eles possuem a capacidade de suportar todo o nosso peso, nos mantendo em pé e dando equilíbrio ao corpo. Com tanto esforço desempenhado, seria injusto não lembrar deles, de vez em quando, né? Mas é o que acontece, infelizmente.

Na maioria das vezes, não damos o devido valor que esse membro merece, descuidando de sua proteção e segurança. Isso porque costumamos sobrecarregá-los, demais, durante o dia, sem qualquer conforto ou cuidado. Imagine um dia inteiro de trabalho, nos mais diversos ramos de atuação. Andando, para lá e para cá, carregando pesos descomunais, passando horas em pé e sem descanso. Agora, imagine esse mesmo cenário, somado ao uso de calçados inadequados aos nossos pés. No fim do dia, quando o cansaço chega e a dor aumenta, fica insuportável aguentar.

Por isso que temos de escolher o calçado ideal para diminuir o risco de lesões, dores e desconfortos, seja no trabalho, praticando exercícios físicos ou em qualquer atividade que os desgaste. Calçados inapropriados, que apertam demais ou que, simplesmente, não foram desenvolvidos visando a nossa ergonomia, podem acarretar em lesões nas pernas, pés e tornozelos, além de comprometerem a nossa estrutura corporal. Calos, joanetes ou, mesmo, dores e dormência excessiva são sintomas desse problema. Na coluna, por exemplo, o incômodo pode se dar devido a alteração do centro de gravidade, aumentando a lordose (transtorno que ocorre pela curvatura excessiva da coluna) e a tensão na musculatura. Para as mulheres, que costumam usar saltos cada vez maiores e mais “extravagantes”, fica o alerta: esse uso desregulado, além de problemas vertebrais, pode causar dores e grandes pressões nos joelhos. Principalmente, se o salto tiver mais do que 3 centímetros de altura. Além disso, podem haver tensões sobre o músculo da panturrilha, encurtando, até, os tendões do tornozelo.

É por isso que devemos, antes de marcas, estampas e design, procurar pelo modelo que mais nos proporciona conforto. Aquele que nosso pé não reclamará, no fim do dia. E é bem possível que essa solução esteja contida, também, no E.V.A.

Há muito tempo, a indústria dos calçados utiliza o E.V.A como matéria prima para a confecção de palmilhas, solas ou, até, do calçado inteiro, como em chinelos e calçados. Um bom exemplo de como essa combinação produz produtos confortáveis e ergonômicos é a bobina de E.V.A 9010. Produzida a partir da junção de placas de E.V.A, essa bobina apresenta matéria-prima compactada, de custo-benefício muito atrativo e ideal para calçados que primam por aspectos firmes e resistentes, para aguentar um dia inteiro de uso, sem cansar os pés ou causar dores. Além disso, ela é comercializada em uma infinidade de cores, que dão vida à imaginação de quem as utiliza. Na indústria calçadista, é utilizada, principalmente, em cabedais de tênis.

Então, não deixe que uma escolha errada atrapalhe seu dia e cause dores evitáveis. Seja onde for, comece o dia com o pé direito, mas termine ele com os dois, de preferência, bem confortáveis!

 

Deixe seu comentário

Open chat
Olá, quer conversar?