Dicas e truques de como usar EVA em artesanatos

Dicas e truques de como usar EVA em artesanatosJá aprendemos sobre a importância do EVA e de como ele tem crescido e sido muito utilizado em trabalhos artesanais. Agora, vamos passar dicas de como utilizá-lo,caso você tenha se interessado pelas peças produzidas a partir dele, mas não tenha ideia de onde começar.

O EVA possui uma grande variedade de cores e texturas, o que proporciona liberdade de escolha e trabalha, ao mesmo tempo, com a criatividade, de quem o utiliza. Mas, como todo trabalho de precisão, manusear o EVA, de modo a moldá-lo para a forma que se quer obter, exige cuidado e cortes precisos. Um acabamento bem feito é imprescindível!

Se você pretende trabalhar com um número de peças mais reduzido, o ideal é utilizar apenas tesouras. Já se sua intenção é produzir em larga escala, facas profissionais, que podem funcionar como prensas manuais, ou elétricas, que cortam com mais precisão e rapidez, são as melhores escolhas. As tesouras menores e de ponta curva são as mais indicadas para peças pequenas. Para cortes retos, o melhor mesmo é usar réguas e estiletes. Contudo, tenha cuidado, quando utilizar tesouras. Apesar de serem as ideais, quanto mais afiadas e limpas elas estiverem, mais chances de você se ferir e produzir cortes, acidentalmente.

Para trabalhos que envolvam colagem de peças e materiais (quase todos!), pode ser utilizada cola quente, de contato ou de preparação (especialmente, as duas últimas, que tendem a ser mais eficientes). É importante que você fique atenta(o) para o fato de a cola quente provocar ondulações no material. Ou seja, apenas utilize a caso queira moldar o EVA. Para removê-la, caso ela caia sobre o EVA, utilize pano umedecido com álcool.
Cortadores de biscuit também são muito bons, na hora de cortar o EVA com precisão. É só marcar o desenho, pressionando o cortador, com o desenho escolhido, sobre o EVA, e deixá-lo vincado. Aí, é só cortar com a tesoura.

Fazer moldes, a partir das partes de arte escolhidas também é um recurso bastante interessante. Você precisará mudar o risco com papel carbono para um papel de recorte ou papel cartão. Isso te ajuda a agilizar o trabalho, uma vez que fica mais fácil produzir em maior escala, fazendo peças idênticas. Mas preste atenção: o carbono no EVA pode gerar manchas. Não os ponho em contato direto.

Outra dica importante é reutilizar o que sobra do EVA, entre uma peça e outra, para partes mais difíceis, côo a elaboração de olhos, bocas, enchimentos, mosaicos e coisas do tipo. Nada do EVA deve ser descartado!

As dicas estão aí e não há segredo para o sucesso senão a prática. Então, mãos à obra!

3 comentários

Deixe seu comentário

Open chat
Olá, quer conversar?