O uso da Bobina de E.V.A. na construção cívil

o-uso-da-bobina-de-eva-na-construcao

Uma dos desafios da construção de edificações habitacionais é garantir isolamento acústico. Por isso, a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), no Rio Grande do Sul, investe em pesquisas para criar um contrapiso leve em concreto que ajude nesse isolamento e tenha um bom custo, para poder ser usado no programa Minha Casa, Minha vida, do Governo Federal.

Para isso, além de ser um material barato, resistente, leve e ajudar no isolamento, ele precisa ser fácil de carregar. Para isso, as bobinas de E.V.A. foram testadas e foram as que trouxeram melhor resultado.

Os pesquisadores estão animados com o uso das bobinas de E.V.A. no contrapiso, pois conseguiram chegar a um material que não sobrecarrega a estrutura, que atende à legislação vigente e isola o ruído. Com isso, fica mais fácil de ser usado tanto nas construções dos projetos quanto em reformas de casas.

A medida desse contrapiso leve é de 60×60 cm e sua densidade varia entre 900 a 1.300 kg m³. Além do uso da bobina de E.V.A., ele é feito com concreto leve estrutural. Agora, estão sendo estudadas versões antiderrapantes, já que a intenção é de que ele seja usado como um piso de acabamento.

bobina-eva-na-construcao

Outras utilidades das bobinas de E.V.A. na construção civil

O E.V.A. picado vem sendo amplamente usado para a fabricação de blocos de alvenaria, paredes e preenchimento de lajes. A maioria das vezes são usadas as sobras das bobinas de E.V.A. e resíduos de fábricas, o que é muito positivo.

Como é leve, quando usado como carga de concreto, além de deixar o peso menor, diminui o risco de rachaduras. O gasto de cimento é menor, ou seja, barateia o custo.

Referência: http://www.dosacon.com.br/noticia_detalhe.php?not=2

Deixe seu comentário

Open chat
Olá, quer conversar?